Amor | O que são as decepções? | Tony Casanova

Entre tantas decepções que diariamente acontecem mundo afora, uma frase é repetida á exaustão por aqueles que sofrem com os desencantos; - Eu não esperava isso de você! Há de se convir que obviamente se já esperássemos não seria decepção, portanto é uma afirmativa inválida. Na verdade nos decepcionamos com as pessoas muitas vezes porque esperamos delas aquilo que desejamos e não o que elas realmente querem. Uma boa relação pauta-se na vontade de ambos e não somente no desejo de um, portanto há uma certa pitada de egoísmo em algumas vezes que nos sentimos decepcionados com alguém, claro que isto não ocorre em todos os casos. Há que se analisar cada situação de forma isolada porque cada caso é diferente do outro. 
  Existem momentos em que estamos tão tomados por nossos desejos pessoais que  esquecemos que o outro também tem seus direitos a desejar e que tais desejos podem não ser semelhantes aos nossos.  Dentro da realidade nua e crua da vida, se bem que a crueza não é nada agradável, mas é eficaz, todas as pessoas envolvidas em relacionamentos podem ser "abandonadas" pelo outro e neste caso a nossa coerência deve nos lembrar de que estamos juntos por escolha mútua, não presos por correntes e caso alguém deseje desenvencilhar-se tem total liberdade para isso. O que ocorre é que passamos a vida nos preparando para ganhar, não para perder. Valorizamos a vitória e não suportamos a ideia de perda. 
   Certo dia alguém me perguntou porque sou contra o estilo moderno de viver. Senti que naquele momento eu estava sendo taxado de tradicional, usando o melhor dos termos, um velho, ultrapassado e careta, como se dizia na década de 90. Já me chamaram de retrogrado por acreditar na moral e bons costumes, mas nosso tema de hoje, "O que são as decepções", recai exatamente sobre isso. Imaginemos uma pessoa acima dos 30 e com uma vida conjugal que já dura mais de 10 anos. Nesta fase da vida o sexo já foi consumido pela rotina, aquele fogo inicial baixou até um limite frustrante e a cada olhada no espelho, sente-se que o tempo vai transformando o corpo e derrubando aquilo que se considera como atrativo. Imaginou a situação?
   Agora pense na oferta de sexo fácil vindo de pessoas de variadas idades, principalmente as mais jovens. Imagine que um relacionamento para existir nem precisa de saída para ser marcado e a exibição de corpos é gratuita e generosa em qualquer horário e a todo tempo. Agora me responde, um casamento fracassando, mentes e corpos desgastados, como se sustenta uma relação assim? O casamento foi desvalorizado e o sexo banalizado e vulgarizado por causa das fáceis ofertas encontradas. Observem que aqui eu não me refiro somente a homens, mas a mulheres também. Diante do que foi exposto, qual a chance de se ter uma decepção amorosa?
  Que faremos então, deixamos de acreditar nas pessoas? Não mesmo! Assim como você se coloca como sendo uma boa pessoa, existem também outras pessoas assim. Pessoas que buscam o valor, as virtudes e a qualidade nas relações. Se deixarmos de acreditar nisso, como viveremos? Vamos nos tornar mais um a se rebelar e buscar uma liberdade que nos torna promíscuos e volúveis? Claro que não! Se em uma relação alguém te abandona, não se sinta trocada(o) porque  objetos, mercadorias e produtos se trocam, pessoas não. Não pessoas como você. O teu valor continua o mesmo e mude a tua frase, você não se decepcionou, alguém te decepcionou porque o erro não foi teu. No mundo existem Bilhões de pessoas, muitas na mesma situação que você, muitas legais e bacanas como você, portanto continue tentando, só tendo o cuidado de melhorar as escolhas, mas vivendo e sendo feliz.

   Texto do Escritor brasileiro Tony Casanova. Direitos Autorais reservados. Proibida a cópia, colagem, reprodução total ou parcial de qualquer espécie ou divulgação em qualquer meio sem autorização prévia e expressa do autor. A violação destes Direitos constitui-se em crime previsto nas Leis Brasileiras e Internacionais de Proteção aos Direitos Autorais e Propriedade Intelectual e está passiva de punição legal cabível de acordo com a Legislação em vigor.

.............................................................................................................

love | What are the disappointments | Tony Casanova

Among the many disappointments that happen every day around the world, a phrase is repeated will exhaust by those suffering with disenchantment; - I did not expect that from you! One has to admit that obviously now we wait would not be disappointed, so it is an invalid statement. In fact we disapointed with people often because we expect them what we want and not what they really want. A good relationship is guided in the will of both and not only the desire to one, so there is some hint of selfishness in sometimes we feel disappointed with someone, of course this does not occur in all cases. It is necessary to analyze each situation in isolation because each case is different.
  There are times when we are so taken by our personal desires to forget that the other also has rights to be desired and that such desires can not be similar to ours. Within the unvarnished reality of life, although the rawness is not pleasant, but it is effective, all the people involved in relationships can be "abandoned" by the other and in this case our consistency must remember that we are together for mutual choice, not bound by chains and if anyone wishes to unravel You have complete freedom to it. What happens is that we spend our lives preparing to win, not to lose. We value the victory and do not support the idea of ​​loss.
   One day someone asked me why I am against the modern style of living. I felt that at that moment I was being taxed traditional, using the best of terms, an old, outdated and face, as they said in the 90s I have been called to retrograde to believe in morality and good manners, but our topic today "what are the disappointments," lies exactly on that. Imagine a person over 30 and a married life that has lasted over 10 years. At this stage of life sex has been consumed by routine, that initial fire dropped to a frustrating limit and every look in the mirror, you feel that time will transform the body and knocking down what is considered as attractive. I imagined the situation?
   Now think of easy sex offer coming from people of varying ages, especially the younger ones. Imagine a relationship to exist or need to be marked out and the bodies exhibition is free and generous at any time and at any time. Now answer me, a marriage failing, minds and bodies worn, how it holds such a relationship? The wedding was devalued and cheapened sex and debased because of the easy offers found. Note that here I refer not only men, but women as well. Given what has been exposed, which the chance of having a broken heart?
  What shall we do then we cease to believe in people? Not even! As you put yourself as a good person, there are other people as well. People who seek value, the virtues and the quality of relations. If we fail to believe, how will we live? Let us make one more to rebel and seek a freedom that makes us promiscuous and fickle? Of course not! In a relationship someone leaves you, do not feel changed (the) because objects, commodities and goods are exchanged, people do not. Not people like you. Your value remains the same and change your mood, you do not disappoint, someone let you down because the mistake was not yours. In the world there are billions of people, many in the same situation as you, many legal and cool as you, so keep trying, only taking care to improve the choices, but living and being happy.


   Text Brazilian writer Tony Casanova. Copyright reserved. The copying, collage, total or partial reproduction of any kind or dissemination in any medium without the express prior permission of the author. Violation of these rights constitutes a crime under the Brazilian law and protection of the International Copyright and Intellectual Property and is passive legal punishment applicable according to the legislation in force.

.........................................................................................................

amor | ¿Cuáles son las decepciones | tony Casanova

Entre las muchas decepciones que suceden cada día en todo el mundo, una frase que se repite, se agotará por los que sufren con el desencanto; - No esperaba esto de ti! Hay que admitir que, obviamente, que ahora esperamos no estar decepcionado, por lo que es una instrucción no válida. De hecho, decepcionado con la gente a menudo debido a que esperamos lo que queremos y no lo que realmente queremos. Una buena relación es guiado en la voluntad de ambos y no sólo el deseo de uno, por lo que hay algún indicio de egoísmo en ocasiones nos sentimos decepcionados con alguien, por supuesto, esto no ocurre en todos los casos. Es necesario analizar cada situación de forma aislada porque cada caso es diferente.
  Hay momentos en que estamos tan tomados por nuestros deseos personales olvidar que el otro también tiene derecho a ser deseados, y que tales deseos no pueden ser similares a los nuestros. Dentro de la realidad sin adornos de la vida, a pesar de la crudeza no es agradable, pero es efectivo, todas las personas involucradas en las relaciones pueden ser "abandonado" por el otro y en este caso nuestra consistencia debe recordar que estamos juntos para elección mutua, que no esté obligado por las cadenas y si alguien desea desentrañar Usted tiene total libertad para ello. Lo que pasa es que nos pasamos la vida preparándose para ganar, no perder. Valoramos la victoria y no apoyamos la idea de la pérdida.
   Un día alguien me preguntó por qué estoy en contra del estilo de vida moderno. Sentí que en ese momento estaba a una fiscalidad tradicional, utilizando los mejores términos, una vieja, obsoleta y la cara, como se decía en los años 90 que han sido llamados a retrogradar a creer en la moral y las buenas costumbres, pero nuestro tema de hoy "¿Cuáles son las decepciones," radica precisamente en eso. Imagínese una persona mayor de 30 y una vida matrimonial que ha durado más de 10 años. En esta etapa de la vida sexual ha sido consumido por la rutina, que el fuego inicial se redujo a un límite frustrante y cada mirada en el espejo, se siente que el tiempo va a transformar el cuerpo y derribando lo que se considera atractivo. Me imaginaba la situación?
   Ahora piensa en el sexo fácil oferta procedente de personas de distintas edades, especialmente los más jóvenes. Imagínese una relación de existir o que han de caracterizarse y la exposición cuerpos es libre y generosa en cualquier momento y en cualquier momento. Ahora respóndeme, un matrimonio fracasado, mentes y cuerpos desgastado, cómo se sostiene en una relación? La boda se devalúa y se abarata el sexo y degradada debido a las ofertas que se encuentran fáciles. Tenga en cuenta que aquí me refiero no sólo a los hombres, pero las mujeres también. Teniendo en cuenta lo que se ha expuesto, que la probabilidad de tener un corazón roto?
  ¿Qué haremos entonces dejará de creer en la gente? ¡No es lo mismo! Y cuando se pone a sí mismo como una persona buena, hay otras personas también. Las personas que buscan valor, las virtudes y la calidad de las relaciones. Si no somos capaces de creer, ¿cómo vamos a vivir? Hagamos uno más a los rebeldes y buscamos una libertad que nos hace promiscuo e inconstante? ¡Claro que no! En una relación alguien te deja, no se sienten cambiados (el) porque los objetos, materias primas y bienes que se intercambian, las personas no lo hacen. No a las personas como usted. Su valor sigue siendo el mismo y cambiar su estado de ánimo, que no defrauda, ​​alguien le fallará debido a que el error no era la suya. En el mundo hay miles de millones de personas, muchas en la misma situación que tú, muchas legales y fresco como usted, por lo siguen intentando, solamente teniendo cuidado para mejorar las opciones, pero vivir y ser feliz.


   Texto escritor brasileño, Tony Casanova. Los derechos de autor reservados. La copia, el collage, la reproducción total o parcial de cualquier tipo o difusión en cualquier medio sin la previa autorización expresa del autor. La violación de estos derechos constituye un crimen bajo la ley brasileña y la protección de la Internacional de Autor y la Propiedad Intelectual y es castigo legal pasiva aplicables de acuerdo con la legislación vigente.
 

Seguidores do Google