Saúde | A vontade versus a saúde. | Tony Casanova

A vontade versus a saúde
  Sei que muita gente vai pensar que estou maluco, mas ainda assim eu vou afirmar que nosso corpo fala conosco e para isso ele tem meios especiais, sinais que precisamos decifrar e identificar para que tenhamos condições de respeitá-lo.  Vou dar alguns exemplos das "falas" e recados que o corpo envia para nós e que muitas vezes nós ignoramos ou mesmo colocamos a vontade á frente da saúde.
  Quando alguém é portador de Diabetes, a recomendação médica é evitar o açúcar e seus derivados, gorduras e afins para que o quadro não venha a gravar-se e consequentemente sofrer com os efeitos, mas é fato comum que as pessoas doentes nem sempre respeitam estas recomendações e colocam a vontade acima da saúde.  Ai entra nosso corpo emitindo avisos de que aquela substância que ingerirmos está nos prejudicando e poderá nos levar a óbito. Muita gente ignora e continua a ingerir os alimentos "proibidos" e sofrem com o agravamento da doença.
    Outro caso comum é do indivíduo com problemas hepáticos.  Detectada a doença, o médico lhe recomenda que evite bebidas alcoólicas, gorduras e etc, mas nem sempre respeita-se isso e o quadro da doença avança. Mais uma vez  coloca-se a vontade á frente da saúde e o resultado é trágico. O mesmo acontece com quem precisa perder peso, não importa a razão, quando o médico recomenda que se evite determinado tipo de alimento é porque sabe que desobedecer poderá trazer graves consequências para a saúde.
   Há um ditado muito conhecido que diz: "Querer é poder"  e isto até certo ponto é verdade, ressalvando-se alguns fatos, claro.  É óbvio que se quisermos poderemos, ou seja, se for da nossa vontade, mas vale lembrar que a nossa vontade pode existir, mas nem tudo é de nossa competência realizar ou nem tudo que desejamos devemos ter por conta da legalidade. Lembram da Bíblia que diz: "Tudo te é lícito, mas nem tudo te convém"? É bem assim mesmo. Vou dar um exemplo claro de como nem sempre adianta só termos a vontade para realizar feitos.  Quando eu tinha 19 anos e minha mãe estava acometida de uma grave doença faziam 7 anos. Ao longo deste período eu percebi aos poucos o seu quadro clínico agravando e quando completei 19 anos assisti ela entrando em falência múltipla dos órgãos até falecer em meus braços. Agora me responda; Qual filho(a) estando a ponto de perder sua mãe, não tem a vontade de salvá-la? Mas salvá-la não era competência da minha vontade e não bastava meu desejo.
     E quantas vezes temos vontade de tantas coisas que não está na nossa competência? Quantas vezes desejamos aquilo que não podemos? O segredo da vida meu amigo leitor, minha amiga leitora, está em dominar a própria vontade. Se fizermos isso teremos apenas o que podemos ter e não desejaremos aquilo que não podemos ou não devemos.  É sempre bom lembrar que muitas vezes lutamos por coisas que não valem a pena porque o preço a ser pago por aquilo excede o que realmente vale o nosso desejo. Reflita e pense bem no que está centrada a sua vontade. Domine-a e será feliz.

   Texto do escritor brasileiro Tony Casanova. Todos os Direitos Reservados. É permitido o compartilhamento para sites ou redes sociais desde que o texto, o crédito e imagens utilizadas nele não sejam alterados, devendo assim todos serem mantidos na íntegra.
    Não é permitida a alteração de nenhuma parte contida aqui, a saber texto, imagem ou crédito através de cópia seguida de colagem, divulgação fracionada desautorizada, reprodução do todo ou parte dele sem que haja garantias de preservação dos Direitos do autor.
    Os Direitos Autorais são assegurados por Legislação Nacional e Internacional de Proteção aos Direitos de Propriedade Intelectual e qualquer desrespeito será considerado crime previsto e passivo das medidas legais cabíveis.

...............................................................................................................

Health | Will versus health. | Tony Casanova

 I know many people will think I'm crazy, but still I will say that our body speaks to us and for that he has special means, signals that we need to decipher and identify so that we able to respect it. I will give some examples of "words" and messages that the body sends to us and often we ignore or even put the will in front of health.
  When someone is Diabetes carrier, the medical recommendation is to avoid sugar and its derivatives, fats and the like to ensure that it will not burn up and consequently suffer from the effects, but it is common fact that sick people do not always respect these recommendations and put up will health. Ai enters our body issuing warnings that that substance that we ingest is hurting us and may lead us to death. Many people ignore and continue to eat the "forbidden" foods and suffer from the worsening of the disease.
    Another common case is the individual with liver problems. Detected the disease, the doctor recommends that you avoid alcohol, fats, etc., but not always is respected and that the picture of the disease progresses. Again there is the will in front of health and the result is tragic. The same happens to those who need to lose weight, no matter the reason, when the doctor recommends avoiding certain type of food it is because you know that disobeying could bring serious consequences to health.
   There is a popular saying: "To want is power" and this to some extent is true, if-excepting some facts, of course. Obviously, if we can, that is, if our will, but remember that our will may exist, but not everything is our responsibility to carry out or not everything we wish we should have because of the law. Remember the Bible says: "All you are lawful, but not everything is you"? It's good anyway. I will give a clear example of how not always good just have the strength to perform feats. When I was 19 and my mother was stricken with a serious illness were seven years. Throughout this period I realized gradually its clinical worsening and when I turned 19 years watched her entering multiple organ failure until he died in my arms. Now answer me; What child (a) being the point of losing his mother, does not have the will to save her? But save it was no power of my will and my desire was not enough.
     And how many times we feel so many things that is not in our jurisdiction? How often want what we can not? The secret of life my dear reader, my friend reader, is in mastering the will. If we do this we have only what we have and not we will want what we can not or should not. It is always good to remember that often fight for things that are not worth it because the price to be paid for what exceeds what really worth our desire. Reflect and think about what is centered his will. Master it and be happy.

   Text Brazilian writer Tony Casanova. All rights reserved. It allowed for the sharing sites or social networks since the text, credit and images used in it are not changed, so all should be maintained in full.
    It is not allowed to change any part contained herein, namely text, image or credit through then collage copy unauthorized fractional disclosure, reproduction in whole or part without preservation of guarantees of the author's rights.
    Copyrights are provided by National Legislation and International Protection of Intellectual Property Rights and any breach will be considered provided crime and liabilities of the legal action.
.......................................................................................................................

La salud | Will contra la salud. | tony Casanova

 Sé que mucha gente va a pensar que estoy loco, pero todavía voy a decir que nuestro cuerpo nos habla y de que dispone de medios especiales, señales que necesitamos para descifrar e identificar de modo que pueda respetamos. Voy a dar algunos ejemplos de "palabras" y los mensajes que el cuerpo nos envía y, a menudo nos ignoran o incluso poner la voluntad frente a la salud.
  Cuando alguien es portador de la diabetes, la recomendación médica es evitar el azúcar y sus derivados, grasas y similares, para asegurarse de que no se quemará y en consecuencia sufren de los efectos, pero es un hecho común que las personas enfermas no siempre respetan estos recomendaciones y pusieron la salud voluntad. Ai entra en nuestras emitir advertencias del cuerpo que esa sustancia que ingerimos nos está haciendo daño y nos puede llevar a la muerte. Muchas personas ignoran y siguen comiendo los alimentos "prohibidos" y sufren el empeoramiento de la enfermedad.
    Otro caso común es la persona con problemas hepáticos. Detectado la enfermedad, el médico recomienda que evite el alcohol, grasas, etc., pero no siempre se respeta y que la imagen de la enfermedad progresa. Una vez más existe la voluntad frente a la salud y el resultado es trágico. Lo mismo sucede con las personas que necesitan perder peso, sin importar el motivo, cuando el médico recomienda evitar cierto tipo de alimentos es porque sabes que desobedecer podría traer graves consecuencias para la salud.
   Hay un dicho popular: "Querer es poder" y esto en cierta medida es cierto, si-a excepción de algunos hechos, por supuesto. Obviamente, si podemos, es decir, si nuestra voluntad, pero recuerde que puede existir nuestra voluntad, pero no todo lo que es nuestra responsabilidad de llevar a cabo o no todo lo que desee debemos tener debido a la ley. Recuerde que la Biblia dice: "Todo lo que es lícito, pero no todo lo que es"? Es bueno de todos modos. Voy a dar un ejemplo claro de cómo no siempre es bueno simplemente tener la fuerza para realizar hazañas. Cuando tenía 19 años y mi madre enfermó de una grave enfermedad eran siete años. A lo largo de este período me di cuenta gradualmente su empeoramiento clínico y cuando cumplió 19 años la vi entrar en fallo multiorgánico hasta que murió en mis brazos. Ahora respóndeme; ¿Qué niño (a) es el punto de perder a su madre, no tiene la voluntad para salvarla? Pero guardarlo hubo poder de mi voluntad y mi deseo no era suficiente.
     Y cuántas veces nos sentimos tan muchas cosas que no está en nuestra jurisdicción? ¿Con qué frecuencia queremos lo que no se puede? El secreto de la vida mi querido lector, mi amigo lector, está en el dominio de la voluntad. Si hacemos esto, sólo tenemos lo que tenemos y no vamos a querer lo que no puede o no debe. Siempre es bueno recordar que a menudo luchan por cosas que no valen la pena porque el precio a pagar por lo que excede lo que realmente vale la pena nuestro deseo. Reflexionar y pensar sobre lo que está centrado en su voluntad. Dominarlo y ser feliz.

   Texto escritor brasileño, Tony Casanova. Todos los derechos reservados. Se permitió a los sitios para compartir o redes sociales desde el texto, el crédito y las imágenes utilizadas en ella no se cambian, por lo que todo se debe mantener en su totalidad.
    No está permitido cambiar cualquier parte contenida en el mismo, a saber, texto, imagen o crédito a través de la divulgación a continuación, collage fraccionada copia no autorizada, la reproducción total o parcial sin la preservación de las garantías de los derechos del autor.
    Los derechos de autor son proporcionados por la legislación nacional y la Protección Internacional de los Derechos de Propiedad Intelectual así como la lesión se tendrán en cuenta siempre la delincuencia y pasivos de la acción legal.



Seguidores do Google