A verdade sobre a Dilma.

Verdade sobre a Dilma é uma só. Uma pessoa especial e muito sincera. Ensinou-me muito do que sei na vida. Hoje falo dela com muita saudade, nosso contato já não existe. Quando a conheci ví a jovialidade em seus olhos, um jeito meigo, mimoso de tratar as pessoas. Profissional muito competente,a Dilma sempre foi dedicada e eficiente. É fácil falar dela. Lembro-me que ela tinha uns trejeitos bastante próprios e quando sorria iluminava o mundo em sua volta. A melhor coisa que já me ocorreu foi tê-la conhecido. Uma ser humano sem igual, ás vezes parecia uma menina, outras vezes uma mulher, confundia-me a cabeça com seu dengo no falar e sorriso de criança. Nunca encontrei quem falasse mal dela, todos a cativavam e a tinham como uma espécie de líder. Mostrava-se sempre preocupada com as pessoas á volta, querendo ajudar e confortar seus amigos. Aprendi a admirá-la, a observá-la com um certo carinho e confesso: Eu já fui namorado da Dilma! Fui sim. Verdade. Coisa de adolescente, namoro sério, sem muitas intimidades. A mãe dela não apoiava, dizia-se decepcionada com a filha. Só que aos poucos cativei aquela boa senhora, mas o investimento foi relativamente alto. Tive que comprar muitos bouquets de flores, vestidos e caixas de bombons para ela. Aí a Dilma dizia com seu jeitinho mimoso: E pra mim Tonynho, nada né? (Risos). Esta é a mais pura verdade sobre a Dilma Menezes, minha professora de francês. Uma linda mulher, cheia de predicados e adjetivos. Ué, pensou o que? Que era a Dilma Rousseff? Não, não, estou falando da minha professora Dilma Menezes. Mas prometo que ainda falarei da Dilma, Presidente do Brasil, mas em outra ocasião. Abração.
Authentic Blog, featured by BlogUpp

Seguidores do Google