Estilo de vida | Os danos do egoísmo. [Tony Casanova]


Existem variadas formas de prática do amor onde podemos encontrar o amor de irmãos, de pais e filhos, de amigos, enfim amar não é uma prática relacionada ao físico das pessoas, mas ao seu emocional. Ao desprendimento que este estado emocional pode motivar ao cometimento de ações relacionadas ao benefício do outro. O amor pode até ser descrito como sentimento, unicamente, mas sem dúvida ele não é só isso. O amor é um motivador, um gerador de ações e suas propriedades são absolutamente benéficas, sendo assim, nada que produza danos, malefícios ou seja danoso a um ou ao outro pode ser considerado amor. Dentro das formas de amor que podemos definir, encontra-se um no paralelo oposto dos demais. Aquele que tem o intuito de produzir benefícios apenas ao indivíduo que está contaminado por ele, trata-se do Egoísmo.
Apesar de ser nocivo não só a quem sente, mas também a quem se aproxima do indivíduo egoísta, ele é sim uma forma de amor. Amor por si mesmo, típico de quem se adora, se ama e desconhece as próprias imperfeições. Uma pessoa egoísta visa o reconhecimento de todos e detesta solidão; quer sempre ter alguém próximo que possa aplaudir seus atos, ainda que eles sejam insanos. É geralmente uma pessoa sem noção, que desrespeita regras por odiá-las. Seu desejo é estar no topo das opiniões, ser o melhor e maior sempre. Não que tais pessoas não sejam esforçadas para fazer bem o que fazem, isto é evidente, mas a questão está na visão de obter benefícios apenas para si. Amar-se não se constitui necessariamente um erro, pelo contrário, o ser humano precisa amor a si mesmo para que a partir dai, possa amar também a seu semelhante. O que ocorre com os egoístas é que são pessoas desequilibradas, incapazes de amar além de si mesmos. Logicamente que esta é uma condição temporária, momentânea e pode ser invertida a partir de práticas saudáveis de amor aos outros.
Em todas as situações da vida, inclusive nos sentimentos, o equilíbrio é necessário para a obtenção de bons resultados. Como se costuma dizer em um conhecido adágio popular; “Tudo demais são sobras”, isto vale para todas as ações que praticamos, assim se comermos demais teremos indigestão, se bebermos demais teremos ressaca e se dormirmos demais teremos fadiga muscular, nas outras coisas também é preciso equacionar o que fazemos. Ter amor próprio é importante para manutenção do ego humano, mas este amor próprio em excesso produz o egoísmo e é totalmente nocivo. As características peculiares de quem é egoísta é o desejo de ser sempre o centro das atenções, querer estar à frente em tudo que faz, sempre ter a última palavra ou ser o donatário da verdade. Difícil mesmo é alguém assumir esta condição, até porque em geral o egoísta reconhece no egoísmo um erro comportamental e jamais iria declarar-se errado diante de outros.
Para um egoísta o erro está sempre no outro e na sua visão ele é isento de erros. Ele ama-se demais para reconhecer que também erra. Apaixonado(a) por si mesmo, um egoísta eleva-se ao mais alto grau sua estima apenas pela adoração que possui pela falsa imagem que cria. Uma espécie de Adhonys moderno. Quando há lapsos leves e moderados, é fácil mudar ações egoístas através do autorreconhecimento, mas quando estes surtos evoluem e tornam-se frequentes pode ser muito difícil o indivíduo recuperar-se. Um egoísta é incapaz de partilhar bens, valores ou qualquer coisa que simbolize para ele um benefício próprio. É incapaz de ajudar e muitas vezes não solicita ajuda, mesmo em situações difíceis para evitar o compromisso de retribuição da ajuda. O orgulho nele é o ponto chave, uma defesa para evitar pedidos de ajuda. Fato comum é o apego ás coisas materiais, o desprezo e desrespeito ás coisas espirituais e o total descompromisso com as emocionais. O mais importante é saber que nenhuma situação ou condição humana é irreversível, desde que se deseje mudar.

Texto do escritor Tony Casanova . Direitos Autorais Reservados ao autor. Estão proibidas as cópias, colagens, divulgação em qualquer meio ou reprodução de qualquer natureza, do todo ou parte desta obra , sem a autorização expressa do autor sob pena de transgressão ás Leis Brasileiras e Internacionais de Proteção aos Direitos Intelectuais. O desrespeito implicará na aplicação das Sanções Penais cabíveis de acordo com a Legislação em vigor.

...........................................................................................................................

Lifestyle | Selfishness hurts. [Tony Casanova]

There are various forms of the practice of love where we can find the love of brothers, parents and children, friends, finally love is not a practice related to the physical people, but their own emotional. To release this emotional state can motivate the commission of actions related to the benefit of the other. Love can even be described as feeling alone, but surely it is not all. Love is a motivator, a stock generator and its properties are absolutely beneficial, therefore, anything that produces damage, harm or is harmful to one or the other can be considered love. Among the forms of love that we can define, we are one on the opposite parallel of others. One that is intended to produce benefits only the individual that is contaminated by it, it's selfishness.
   Although it is harmful not only to those who feel, but also to those who approach the selfish individual, it is rather a form of love. Love of self, typical of those who love, love yourself and not know their own imperfections. A selfish person seeks recognition of all hate and loneliness; always want to have someone around who can applaud his actions, although they are insane. It is usually a clueless person who violates rules by hate them. His desire is to be at the top of opinions, be the biggest and best ever. Not that such people are not hardworking to do well what they do, that is obvious, but the question is the vision of benefits just for you. Love is not necessarily a mistake, however, human beings need to love yourself so that from there, may also love his neighbor. What happens to the selfish is that they are unbalanced people, incapable of love but themselves. Of course this is a temporary condition, momentary and can be reversed from healthy practices of love to others.
   In all situations of life, including feelings, balance is necessary for obtaining good results. As they say in a known popular adage; "All others are leftovers" that applies to all actions we take, so if we eat too much indigestion if we drink too much hangover and if we sleep too will muscle fatigue, the other things you also need to equate what we do. Have self-esteem is important for maintenance of the human ego, but this excessive love itself produces selfishness and is totally harmful. The peculiar characteristics of who is selfish is the desire to always be the center of attention, want to be ahead in everything you do, always have the last word or the donee be the truth. Hard thing is someone take this condition, because generally selfish selfishness recognizes a behavioral mistake and would never declare itself wrong in front of others.
   For a selfish error is always in each other and in their view it is error-free. He loves himself too much to recognize that also misses. Passionate (a) for himself, a selfish rises to the highest degree their estimated only by worship that has the false image it creates. A kind of modern Adhonys. When there is mild to moderate lapses, it is easy to change selfish actions by self-recognition, but when these outbreaks evolve and become frequent can be very difficult for the individual to recover. A selfish is unable to share assets, valuables or anything that symbolizes it for personal benefit. It is unable to help and often do not request help, even in difficult situations to avoid the help of retribution commitment. The pride in it is the key point, a defense to prevent requests for help. Common fact is the attachment to material things, contempt and disrespect ace spiritual things and the total lack of commitment to the emotional. The most important thing is that no event or human condition is irreversible, since it wishes to change.

     Text writer Tony Casanova. Copyright reserved to the author. Prints, collages, disclosure or reproduction in any medium whatsoever, of all or part of this work without the express permission of the author under penalty of trespass ace Brazilian law and International Protection to Intellectual Rights are prohibited. Failure to comply will result in the application of appropriate criminal penalties in accordance with the legislation in force.

.........................................................................................................................

Estilo de Vida | El egoísmo duele. [A Tony Casanova]

Hay diversas formas de la práctica del amor en la que podemos encontrar el amor de hermanos, padres e hijos, amigos, finalmente, el amor no es una práctica relacionada con las personas físicas, sino a sus propios emocional. Para liberar este estado emocional puede motivar la comisión de acciones relacionadas con el beneficio de la otra. Amor siquiera se puede describir como sentirse solo, pero seguramente no es todo. El amor es un motivador, un generador de valores y sus propiedades son absolutamente beneficioso, por lo tanto, cualquier cosa que produzca daño, perjuicio o es perjudicial para una u otra puede considerarse amor. Entre las formas de amor que podemos definir, somos uno en el paralelo contrario de los demás. Uno que está destinada a producir beneficios sólo al individuo que está contaminado por ella, es el egoísmo.
   A pesar de que es perjudicial no sólo para aquellos que se sienten, sino también a aquellos que se acercan al individuo egoísta, es más bien una forma de amor. El amor propio, propio de los amantes, el amor a ti mismo y no conocen sus propias imperfecciones. Una persona egoísta busca el reconocimiento de todo el odio y la soledad; siempre quiere tener a alguien alrededor que puede aplaudir sus acciones, a pesar de que son una locura. Por lo general, una persona despistada que viole las reglas de odiarlos. Su deseo es estar en la parte superior de las opiniones, ser el más grande y el mejor de todos. No es que estas personas no son trabajadores de hacer bien lo que hacen, eso es obvio, pero la pregunta es la visión de los beneficios sólo para ti. El amor no es necesariamente un error, sin embargo, el ser humano necesita amar a ti mismo para que a partir de ahí, también puede amar a su prójimo. ¿Qué sucede con los egoístas es que son personas desequilibradas, incapaces de amor, sino a sí mismos. Por supuesto, esto es una condición temporal, momentáneo y puede ser revertida de las prácticas saludables de amor a los demás.
   En todas las situaciones de la vida, incluyendo los sentimientos, el equilibrio es necesario para obtener buenos resultados. Como se dice en un adagio popular conocido; "Todos los demás son sobras" que se aplica a todas acciones que realizamos, así que si comemos demasiado indigestión si bebemos demasiada resaca y si dormimos también lo hará la fatiga muscular, las otras cosas también hay que equiparar lo que hacemos. Tener autoestima es importante para el mantenimiento del ego humano, pero esto en sí amor excesivo produce el egoísmo y es totalmente perjudicial. Las características peculiares de quién es egoísta es el deseo de ser siempre el centro de atención, quiere estar a la cabeza en todo lo que hagas, siempre tienen la última palabra o el donatario sea la verdad. Lo difícil es que alguien tome esta condición, porque el egoísmo general egoísta reconoce un error de comportamiento y nunca declararse mal delante de los demás.
   Por un error egoísta siempre está en los demás y en su opinión, es libre de errores. Él ama a sí mismo demasiado en reconocer que también echa de menos. Apasionado (a) por sí mismo, un egoísta se eleva al grado más alto de su estimado solamente por la adoración que tiene la falsa imagen que crea. Una especie de Adhonys modernas. Cuando hay leves a moderados lapsos, es fácil cambiar las acciones egoístas de auto-reconocimiento, pero cuando estos brotes evolucionan y se vuelven frecuentes puede ser muy difícil para el individuo para recuperarse. Un egoísta es incapaz de compartir los bienes, objetos de valor o cualquier cosa que simboliza para beneficio personal. Es incapaz de ayudar y muchas veces no pedir ayuda, incluso en situaciones difíciles para evitar la ayuda de compromiso retribución. El orgullo es el punto clave, una defensa para evitar que las solicitudes de ayuda. Hecho común es el apego a las cosas materiales, el desprecio y la falta de respeto as cosas espirituales y la total falta de compromiso con el emocional. Lo más importante es que ningún evento o condición humana son irreversibles, ya que desea cambiar.

     Escritor del texto de Tony Casanova. Derechos de autor reservados al autor. Estampas, collages, divulgación o reproducción en cualquier medio que sea, de la totalidad o parte de este trabajo sin el permiso expreso del autor, bajo pena de la ley brasileña as por la culpa y la Protección Internacional de los Derechos Intelectuales están prohibidos. El incumplimiento dará lugar a la aplicación de sanciones penales correspondientes, de conformidad con la legislación vigente.

Seguidores do Google