Comportamento | O valor de uma mulher. | Tony Casanova

  É estranho, mas no mundo moderno a concepção a respeito das mulheres parece estar em decréscimo. Muito se fala em igualdade de Direitos, mas o que se vê é a exploração cada vez maior da imagem feminina, não como um ícone de capacidade intelectual, mas um objeto de beleza cuja única função é exibir o corpo e saciar os prazeres masculinos. É assim que a mídia trata as mulheres, como símbolos de beleza e sensualidade. Se observarmos as aparições femininas na TV ou em peças comerciais, veremos que ainda que haja a inclusão de mulheres negras, há sempre uma predisposição para a escolha da beleza como critério, ou seja, fatia-se o gênero deixando de fora várias mulheres talentosas por conta da beleza. Há os casos á parte, mas estes além de raros, são específicos. 
   Ás vezes custo a entender a que igualdade se referem algumas mulheres, tendo em vista que o comportamento que deveria valorizar muitas delas, invés de melhorar, piorou. Acredito que muitas ainda não entenderam que valores são elementos que se agrega ao longo do tempo através de ações e que abandonar a ética e a moral no comportamento não produz resultado algum senão denegrir a própria imagem. Não sei o que tais pessoas entenderam sobre a frase: "Um erro não conserta o outro", mas o fato é que se está reivindicando o Direito de errar, quando na verdade a postura seria partir em contraponto ao que se pratica. 
   Felizmente nem todas as mulheres permitiram a queda dos seus conceitos ou migraram para os comportamentos modernos aderindo ao ponto de vista da mídia em relação a imagem feminina. Não só no Brasil, mas em todo o mundo há uma corrida acelerada em busca do ganho através da exploração feminina, nichos de mercado que rendem altas somas para a indústria da Televisão, do Cinema, Teatro, Música e Marketing. Tudo é válido quando o assunto é explorar a beleza, a sensualidade e o sexo feminino. Óbvio que tudo isto é permitido por mulheres que se submetem aos apelos das empresas de exploração de imagem. As ofertas em dinheiro são infinitas e atraem mulheres em todos os níveis, obviamente aquelas previamente selecionadas e que se encaixam nas intenções de quem as banca. 
   Lógico que tudo é trabalho para elas, mas até que ponto estarão "queimando" suas imagens expondo sua nudez publicamente?  Mas saindo um pouco desta área de mídia, o comportamento feminino não mudou só na área profissional, mas em todas as áreas. Diga-se de passagem que estamos vivendo em tempos totalmente liberais, onde se publica de tudo, mesmo aquelas questões mais íntimas, antes guardadas á sete chaves. Eu sempre defendi uma frase que faço questão de repetir agora porque encaixa-se perfeitamente no texto: "O maior valor daquilo que é privado está em não tornar-se público." (Tony Casanova).

  Texto do Escritor brasileiro Tony Casanova. Direitos Autorais reservados. Proibida a cópia, colagem, reprodução total ou parcial de qualquer espécie ou divulgação em qualquer meio sem autorização prévia e expressa do autor. A violação destes Direitos constitui-se em crime previsto nas Leis Brasileiras e Internacionais de Proteção aos Direitos Autorais e Propriedade Intelectual e está passiva de punição legal cabível de acordo com a Legislação em vigor.

..................................................................................................

Behavior | The value of a woman. | Tony Casanova

  It's strange, but in the modern world the conception of women seems to be in decline. Much is made in equal rights, but what we see is exploring increasing the female image, not as an icon of intellectual ability, but an object of beauty whose sole function is to display the body and indulge the male pleasures. This is how the media treats women as symbols of beauty and sensuality. Looking at the female TV appearances or commercial parts, we see that although there is the inclusion of black women, there is always predisposed to the choice of beauty as a criterion, namely, slice up the genre leaving out many talented women by account of beauty. There are cases will part, but beyond these rare, are specific.
   Sometimes it costs to understand that equality refer some women, given that the behavior that would enhance many of them, rather than improved, worsened. I believe many have not yet understood that values ​​are elements that is added over time through actions and to abandon ethics and moral behavior does not produce any results if not denigrate the image itself. I do not know what these people understood about the sentence: "An error does not fix the other", but the fact is that it is claiming the right to make mistakes, when in fact the position would be based in contrast to what is practiced.
   Fortunately not all women allowed to drop their concepts or migrated to the modern behaviors adhering to the media point of view regarding the feminine image. Not only in Brazil but all over the world for an accelerated race for gain through the female exploitation, niche markets that yield large sums for the television industry, Cinema, Theatre, Music and Marketing. Anything goes when it comes to exploring the beauty, sensuality and the female. Obviously all this is allowed for women who undergo the appeals of image exploration companies. The cash offers are endless and attract women at all levels, obviously those previously selected and that fit in the intentions of those who bankroll.
   Of course everything is working for them, but to what extent are "burning" your images exposing her nakedness publicly? But leaving some of this media area, female behavior has not changed only in the professional area, but in all areas. Let us note in passing that we are living in totally liberal times where it publishes all, even the most intimate issues before saved will lock and key. I have always advocated a phrase that I must repeat now because it fits in perfectly with the text: "The greatest value of what is private is not made public." (Tony Casanova).

  Text Brazilian writer Tony Casanova. Copyright reserved. The copying, collage, total or partial reproduction of any kind or dissemination in any medium without prior written permission of the author. Violation of these rights constitutes a crime under Brazilian law and the protection of the International Copyright and Intellectual Property and is passive legal punishment applicable according to the legislation in force.

.................................................................................................

Comportamiento | El valor de una mujer. | De Tony Casanova

  Es extraño, pero en el mundo moderno la concepción de la mujer parece estar en declive. Mucho se ha hablado en la igualdad de derechos, pero lo que vemos está explorando el aumento de la imagen de la mujer, no como un icono de la capacidad intelectual, sino un objeto de belleza cuya única función es para mostrar el cuerpo y disfrutar de los placeres masculinos. Es así como los medios de comunicación trata a las mujeres como símbolos de la belleza y la sensualidad. En cuanto a los aspectos de la TV femeninos o partes comerciales, vemos que aunque no es la inclusión de las mujeres negras, hay siempre predispuestos a la elección de la belleza como un criterio, a saber, el tramo hasta el género dejando fuera muchas mujeres talentosas por cuenta de la belleza. Hay casos se parte, pero más allá de estos raros, son específicas.
   A veces cuesta entender que la igualdad se refiere a algunas mujeres, dado que el comportamiento que mejoraría muchos de ellos, en lugar de mejorar, empeoró. Creo que muchos no han entendido todavía que los valores son elementos que se agregan con el tiempo a través de acciones y abandonar la ética y la conducta moral no produce ningún resultado si no es denigrar a la propia imagen. No sé lo que estas personas entienden acerca de la frase: "Un error no se soluciona el otro", pero el hecho es que está reclamando el derecho a cometer errores, cuando en realidad la posición se basa en contraste con lo que se practica.
   Afortunadamente no todas las mujeres les permite abandonar sus conceptos o emigraron a los comportamientos modernos se adhieren al punto de vista mediático sobre la imagen femenina. No sólo en Brasil sino en todo el mundo por una carrera acelerada para obtener beneficios a través de la explotación femenina, nichos de mercado que generan grandes sumas para la industria de la televisión, cine, teatro, música y Marketing. Todo vale cuando se trata de explorar la belleza, la sensualidad y la hembra. Obviamente todo esto se permite a las mujeres que se someten a los llamamientos de las empresas de exploración de imagen. Las ofertas en efectivo son infinitas y atraer a las mujeres a todos los niveles, obviamente, los seleccionados previamente y que en forma en las intenciones de los que bankroll.
   Por supuesto todo está trabajando para ellos, pero ¿hasta qué punto se "quema" tus imágenes exponiendo su desnudez en público? Pero dejando a algunos de esta área de comunicación, comportamiento femenino no ha cambiado sólo en el ámbito profesional, sino en todas las áreas. Notemos de paso que estamos viviendo en tiempos totalmente liberales donde se publica todo, incluso los temas más íntimos antes guardados se bloqueará y la clave. Siempre he abogado por una frase que debo repetir ahora porque encaja perfectamente con el texto: "El mayor valor de lo privado no se hace pública." (Tony Casanova).

  Texto escritor brasileño, Tony Casanova. Derechos de autor reservados. La copia, el collage, la reproducción total o parcial de cualquier tipo o difusión en cualquier medio sin permiso previo y por escrito del autor. La violación de estos derechos constituye un delito según la legislación brasileña y la protección de la Internacional de Autor y Propiedad Intelectual y es castigo legal pasiva aplicables según la legislación vigente.
  

Seguidores do Google