Crônica: O dicionário de mamãe.Coisas que só ela dizia.

Dona Mira, como era carinhosamente conhecida entre as amigas, era uma pessoa alegre, educada, sempre muito gentil e prestativa. Trabalhadora, mulher disciplinada e cheia de sabedoria, sempre se destacava nas rodas de amigas e conquistava todos com seu jeito próprio de linguagem. Era minha mãe, mas juro que as vezes eu não entendia patavina do que ela dizia, nem eu, nem quem ouvia. Então riam todos e a pergunta fatal surgia: Mira, que diabos é isso? Ela em tom sempre bem humorado, mandava na lata a resposta e ninguém mais parava de rir. Vou destacar abaixo algumas palavras que mamãe dizia e dar o significado, bem pelo menos em uma linguagem que pode ser dita aqui. A frase: "Esse menino, o senhor não tem vergonha de vestir bermuda sem cueca e ficar mostrando os "colodinos" não? Bem, "Esse menino" era como ela chamava aqueles de quem não sabia o nome. "Colodinos" corresponde aos testículos. A frase: Totó meu filho, vai buscar a caneta que tá ali no meio daqueles "penduricalhos". Gente, minha mãe me chamava de Totó, eu não acredito nisso! Totó é cachorro cara. "Penduricalhos" eram coisa miúdas. A frase: Procura ai que tá no meio das "catrevagens". Gente, nem sei de onde saia isso, mas mamãe era super criativa. "Catrevagens" era nome dado a tudo que tava bagunçado. Se alguém xingava ela enquanto brincavam, ela respondia: "Seu tubí" Juro que tomei uma bifa no meio das ventas quando perguntei o que era Tubí. Depois que minha me falou. "Tubí" genitália feminina. Mas lindo mesmo era quando eu aprontava alguma, aí mamãe olhava séria para mim e dizia: "Eu vou te dar um "bengalelê". A primeira vez que ouvi cai na risada, depois que soube que o tal "Bengalelê" é um socão, chorei. Ah,mas tinha algo mais forte que o "bengalelê", era o chamado "Contra-vapor". Tremendo sopapo bem no meio da cara, ai como doeu saber disso. Mas nem tudo eram sopapos. Lembro-me que ela disse certa vez: Totó(Afffff), vai lá ver se a galinha tá com ovo. Quem, eu? Mãe, desculpa mas eu não vou meter o dedo no ... senti um bengalelê voando na minha direção. Ela me cirrigiu na hora. ... não! Safado! Voce vai meter o dedo no "Furiboque" da galinha, entendeu? E vá logo! Ai, ai. Coisas do dicionário da mamãe. Saudades, mamãe, te amo. Fica bem aí no céu tá, Deus te cuide e vê se não conta estas estórias por aí.

Seguidores do Google