Falha na hora H e agora?

Embora a situação possa parecer vexatória para ambas as partes, a falha do parceiro no desempenho sexual pode ser mais comum do que se pensa. O melhor caminho, por incrível que pareça e por mais constrangedor que achemos, ainda é conversar sobre o assunto. Varias razões podem afetar o homem num momento assim. Procurar entender demonstra maturidade e experiência, sobretudo respeito da parte da mulher. O estado psicológico durante uma relação sexual é muito importante para a formação da ambientação, do clima que envolverá os dois. Se ele ou ela tiver qualquer razão que os preocupe o resultado não será satisfatório. A mulher nescessita estar calma, consciente e desejando aquele momento e se assim não estiver, não haverá clima para ela. Respeitá-la sem forçar uma situação que lhe possa ser constrangedora é essencial. Existem limites para ambos. A situação precisa ser mutualizada para que corra bem e dê resultados. Em casos de primeira relação o cuidado é precioso aliado e o cainho e respeito fundamentais para ela. Para ele é preciso estar bem com seu psicológico. Muitas vezes o cansaço, a preocupação e a fadiga são responsáveis por uma falha e isto requer a compreensão da mulher, que jamais deve trazer a questão para sí ou para ele. Aconteçe com qualquer e ocorre com ela também. A pior relação que uma mulher pode ter é aquela em que não há desejo, não há clima, ambientação. Algumas fingem e aí vem as dores na região porque não há lubrificação local. A relação então, muitas vezes mantida por obrigação de satisfazer o homem, torna-se amarga para ela , dolorida e traumática. É preciso estarem relaxados, prontos e dispostos a entrega. Ambos devem esquecer tudo e pensar naquele momento, do contrário haverão falhas no desempenho e muitas vezes a imaturidade do outros pode dar início a um trauma difícil de esquecer. Estes fatos não só ocorrem entre namorados, como também entre marido e mulher, que muitas vezes escondem do parceiro a causa da questão. A melhor saida é conversar abertamente sobre o assunto. Lembrando que também existe a falha por problemas físicos, psicológicos ou emocionais. Os físicos e psi cológicos devem ser tratados por expecialistas, já os emocionais pode-se tentar o diálogo.O importante é caprichar no clima de envolvimento, apimentar as preliminares, esquecer e mundo e lembrar só do parceiro e do objetivo de voces que é proporcionar prazer mútuo, se houver a falha, respeite o outro e converse, pode ser que ele se anime até na hora, já pensou que maravilha? Até mais gente, abração.

Seguidores do Google