Os perigos das Redes Sociais - Comportamento.


Ter uma vida cotidiana sem deparar-se com alguma questão que envolva um teste para a tolerância já não é fácil, imagine então o que ocorre em um ambiente em que as pessoas estão mistas de sentimentos. As redes sociais para muita gente serve como meio de escape para problemas mal resolvidos no dia-a-dia, como se ali existisse uma imensa janela de luz onde os problemas acabassem porque ninguém os conhece. Relações em redes sociais são consideradas por usuários carregados de frustrações diárias como uma fuga, um meio de aliviar a tensão ou mesmo de encontrar a solução para os próprios conflitos pessoais.
Durante meus mais de quinze anos utilizando a Internete como ferramenta de pesquisa, não foi difícil encontrar pessoas amargas, de baixa autoestima, tristes, inconformadas com questões mal resolvidas em seus lares ou convívio social. Se voce prestar atenção perceberá como é comum o hábito cada vez maior de ler postagens contendo desabafos, expressando ira, raiva, ódio ou mensagens ocultas para desafetos de usuários. Cada vez mais as pessoas invadem as redes e nelas derramam suas mágoas, suas dores, seus sofrimentos á público. Este comportamento exprime a fragilidade humana e esta exposição atrai toda sorte de indivíduos que aproveitam-se da fraqueza alheia para obter alguma vantagem com toda sorte de promessas para "ajudar" quem está gritando por socorro. Um casamento que não vai bem, uma vida sexual mal resolvida, uma traição descoberta ou até mesmo a suspeita dela e já se constitui motivo para buscar a rede social e correr atrás de uma solução paliativa. Muitas vezes a solução trás consigo vários problemas ainda maiores que os que se já tem. Acreditar que os sentimentos acabam quando se acessa uma rede social é ignorar que se é humano, que se expressa e sente emoções em qualquer meio que se use para a comunicação. Muitas vezes por acreditar que está imune a sentimentos, usuários vão aos extremos em redes sociais e ali criam verdadeiros mundos ocultos onde a prática e realização de desejos inviáveis no cotidiano torna-se comum.
Infelizmente há um preço a ser pago por cada ação que se pratica e as conseqências das ações praticadas em rede social muitas vezes são tão altas que desencadeia sofrimento em série, levando muitos a pagar pelo erro de outros. É o efeito dominó, onde pessoas que chegam são contaminadas pelos maus hábitos dos que ali já estão e por conseguinte, pagam alto suas contas. Muitos usuários são inconsequentes e por estrem envoltos na descrença provocada por mágoas e dissabores, descarregam em outros suas desilusões, assim vão criando mundo e sub-mundos onde tudo torna-se possível longe dos olhos sociais. A verdade é que as redes sociais envolvem pessoas e estas fazem parte do mundo real. Pessoas que choram e riem, que também carregam toda sorte de problemas cotidianos e ao serem vitimadas descobrem que ali estão vivendo na corda bamba onde não se sabe em quem acreditar. Todos estes fatores podem trazer grande maturidade a quem souber absorver os impactos, mas pode acometer os mais fracos a dores e traumas quase que insuportáveis. Não existe previsão ou estatística levantada, mas quando isso ocorrer e os números de usuários vitimados psicologicamente pelas ações praticadas nas redes sociais vierem a público será assustador.
É preciso entrar nas redes cientes de que não estamos seguros de qualquer tipo contágio e muitos ali estão desesperados em busca do sonho da Califórnia. Muitos estão fragilizados, feridos, cegos pelas dores que sentem e por esta razão estão suscetíveis a contaminar ou serem usados pela astúcia de outros. Respeito e responsabilidade são peças importantes no uso das redes sociais, desta forma é possível ter precaução e obter delas o que se espera sem ferir-se ou machucar ninguém. Abração e até a próxima.
Texto de Tony Casanova. Direitos Autorais reservados ao autor não sendo permitido o uso a reprodução ou cópia sem autorização expressa. Copy Right 2014 by Tony Casanova - All Rigth reserved.

Seguidores do Google