O veneno dos Anjos.


O veneno dos Anjos.
Conta-nos a Mitologia Grega e Fenícia a existência de um Deus chamado Adônis. Dono de uma beleza inigualável ele protagonizaria uma bela história, não fossem os detalhes tortuosos que escreveram os capítulos da sua vida. Foi a partir do Mito de Adônis que surgiu o jargão popular “Deus Grego.” Os relatos sobre a vida dele revelam adultério, traições, intrigas e morte. Desde seu nascimento que é possível perceber a torta trajetória da sua através da conduta do seu pai, o Rei Cinira, de Chipres que engravidou a própria filha Mirra, mãe de Adônis.
Por sua beleza, Adônis seduziu e conquistou várias Deusas entre as quais Afrodite e Perséfone, mas também levantou a ira e a fúria de Ares, Deus da guerra e amante de Afrodite. Mas deixemos de lado a Mitologia grega e vamos entrar em nossos dias. Esta abertura ilustra bem como é comum ao ser humano a sedução fácil pela beleza. Objeto de sonhos e desejos de muitas mulheres, Adônis, segundo a Mitologia, possuía corpo e rosto semelhantes aos de um anjo. Um “Deus Grego.” Mas não só na Lenda, mas na vida cotidiana, até mesmo Anjos e Deuses tem suas falhas de conduta, de caráter.
Difícil é explicar o porque o belo é tão atraente, tão fascinante a ponto de fazer acreditar que não possua falhas. A ponto de tornar-se objeto comum de desejos. Porque acredita-se que lindo não erra, não falha? Fato comum é ouvir-se falar do lindo sempre como melhor, a melhor escolha. Será verdade?
O veneno dos anjos.
Muitos que acreditaram no belo como perfeito sofreram enormes decepções. Não é fácil descobrir e provar do Veneno dos Anjos. Assim como Deuses Mitológicos, estes “Anjos” na terra tem um enorme poder de sedução, um fascínio irresistível e muitas, muitas falhas de caráter como todo ser humano. O Veneno. Acreditar em alguém de carne e ossos e dar-lhe status de um Deus é como olhar a própria imagem no espelho e fingir que não se reconhece. Mas há quem acredite assim e baseie suas escolhas pela beleza física. Questão de gosto é verdade, gosto pelo Veneno saboroso e mortal dos Anjos. Veneno que mata e dilacera aos poucos e vai corroendo a carne, os ossos e a alma das suas vítimas.
Óbvio que cabe frisar que destaca-se aqui a beleza e as falhas de caráter de alguns, lembrando que nem todos são belos e nem todos falham, portanto a regra possui sim, suas exceções. Outro lembrete: Cuidado com rostinhos e corpinhos bonitos, vai que ali esconde-se mais um que traz consigo a beleza dos Deuses e o Veneno dos Anjos!

Texto de Tony Casanova – Direitos Autorais Reservados ao autor. Proibida a cópia, colagem, reprodução ou divulgação de qualquer espécie ou em qualquer meio sem autorização expressa do autor sob pena de infração das Leis Brasileiras de Proteção aos Direitos Autorais.
Copy Right 2014 By Tony Casanova – All Right Reserved.

Seguidores do Google