Família - O fim do respeito dos filhos.


Família - O fim do respeito dos filhos.
Nascido na década de 60, vivi tempos de um Brasil onde o povo tentava mudar seus hábitos e costumes através da rebeldia dos jovens. Foi a época das roupas justas, calças boca de sino, cabelos Black Power e muita música regando a juventude. Mesmo com todo reboliço que ocorria no País, várias famílias continuavam seus hábitos tradicionais onde Pai e Mãe eram chefes de família.Diga-se de passagem, na época o Homem exercia pátrio poder absoluto na célula familiar. Havia um respeito quase militar ás ordens do Pai. Após várias décadas surgiu o século XXI deixando toda aquela rebeldia circense dos anos 60 no chinelo. A moral e os bons costumes caíram no descaso e os pais deixaram de ser a figura chave da família tendo seu lugar ocupado pelos mais jovens.
O respeito pelos pais que era considerado como algo definido simplesmente já é algo raro. Enquanto nos anos 60 e 70 os filhos sequer contestavam os pais nas suas decisões, hoje eles além de desobedecerem são capazes de dar ordens. As páginas policiais estão repletas diariamente de casos de filhos que assassinam seus pais, que os roubam, que tramam contra eles, que abandonam nos asilos e ficam com suas pensões e aposentadorias. Filhos que xingam, ameaçam e agridem os pais são comuns de serem encontrados.
Mas o que tem conduzido os filhos a perderem o respeito por seus pais? Infelizmente tenho que dar a indigesta notícias para os pais; A causa da rebeldia, agressividade e má conduta dos filhos é a falta de disciplina. Crianças precisam aprender enquanto ainda não sabem, o valor do respeito, dos costumes e da moral. Ensinar ética para os filhos vai além de dar-lhes palavras e conselhos, mas mostrar-lhes na própria vida o caráter que se tem. É obrigatório na educação e disciplina dos filhos que os pais tenham exemplo de boa conduta, de ética, moral e bons costumes para que o caráter deles possa ser construído de forma saudável, sem traumas ou maus exemplos. Jamais concordei com espancamento, mas palavras firmes e duras para mim são a melhor forma de disciplinar crianças.
Se permitirmos aos nossos filhos que eles tenham de nós tudo que desejam à base de chantagem emocional como choro, gritos ou mesmo manifestações de agressividade estaremos ensinando-lhes a conquistarem seus objetivos sem esforços, mas o pior é que crescerão acreditando que basta chorar, espernear, agredir ou chantagear para conseguir o que querem. É preciso dizer não na infância, ensinar os filhos a lutarem e respeitarem as conquistas de outros, a respeitarem para obterem respeito. A família é a Célula Matter da sociedade e os filhos representam o futuro dela, sendo assim se uma sociedade é composta por filhos éticos e disciplinados, também a sociedade será ética e disciplinada, do contrário teremos a rebeldia e indisciplina implantados no âmbito social.
Cabe aos pais a disciplina dos filhos enquanto ainda crianças para que no futuro eles sejam exemplos para a sociedade e um orgulho para suas famílias demonstrando respeito, ética e obediência. Que hoje possamos nos lembrar que amanhã nossos filhos serão o reflexo do que lhes oferecemos agora como educação e a disciplina deve ser a base mais forte nesta educação.

Texto de Tony Casanova – Direitos Autorais Reservados ao autor. Proibida a cópia, colagem, reprodução ou divulgação de qualquer espécie ou em qualquer meio sem autorização expressa do autor sob pena de infração ás Leis Brasileiras de Proteção aos Direitos Autorais.
Copy Right 2104 By Tony Casanova – All Right Reserved.

Seguidores do Google