Romance - Eu não saberia.


Eu não saberia amá-la se não confessasse que ela me faz feliz. Não saberia amá-la se não compreendesse que preciso dar-lhe para que tenha para me dar. Eu não seria justo se apenas bebesse teus sorrisos sem que te desse os meus para que também possa beber. Não seria amor se eu quisesse ter mais do que ofereço ou oferecesse menos do que recebo. Não seria justo querer o calor que ela me dá nos dias frios sem que eu também a aquecesse quando preciso.
Eu não saberia amá-la se a desejasse sorrindo o tempo inteiro ao invés de chorar com ela seus tempos de choro. Não seria amor se ela me consolasse sem que eu lhe oferecesse também o meu conforto nas suas horas difíceis. Não seria justo pedir-lhe que me dê carinho sem que eu também te desse, sem que eu te desse compreensão, respeito e segurança. Não seria amá-la apenas desejar ensinar-lhe lições de vida sem admitir que recebo dela lições tão valiosas.
Eu não saberia amá-la somente me deliciando ao ouvir eu te amo sem lhe dizer o mesmo a todo minuto. Não seria justo deixá-la esquecer que a amo e não lembrá-la disso a todo minuto. Não seria justo que ela tivesse erguido monumental sacrifício em nome do amor e eu não soubesse reconhecer e agradecê-la confessando que faria o mesmo, mas se não fiz, estarei grato eternamente retribuindo com todo meu amor e respeito enquanto estiver nesta vida. Eu não saberia amá-la se não a amasse e minha história não estaria completa sem estes capítulos importantes escritos por ela.

Dedicado a Luzia do Couto, minha esposa a quem agradeço por todos os momentos felizes que temos vividos com as bençãos de Deus.


By Escritor Brasileiro Tony Casanova.


Seguidores do Google