Tudo que eu queria.


Tudo que na verdade eu queria era ter minha infância de volta. Poder correr, pular, dar gargalhadas atoa, inventar coisas, fingir que sei de outras, ser senhor de um mundo de sonhos e fantasias só existentes na minha cabeça. Queria poder jogar pelada na rua sem medo de ser atropelado. Brincar de soldado pega o ladrão sem temer a violência. Voar baixo correndo para tocar os amigos brincando de salve a latinha. Ah! Eu queria, como queria! Queria por uma toalha amarrada nas costas e fingir ser o Super-Homem, fingir voar. “Para o alto e avante! Queria ainda poder imitar o som dos tiros sem ter medo de bala perdida. Montar numa vassoura e imaginar ser o Roy Roger.
Tudo que eu queria era poder poder sonhar novamente. Brincar de pescar nos rios limpos, mesmo sem pescar coisas nenhuma. Dizer que piaba era tubarão, ter medo de um sirizinho, atolar os pés na lama do mangue, dizer que sei nadar e afogar no raso. Eu queria brincar de pião, aqueles de madeira onde tinha uma enfieira de cordão de algodão. Dar os famosos braçais, rodar o peão na mão, partir um outro ao meio. Meu Deus! As gudes coloridas que faziam Tec, tec, tec como era bom. Queria fazer novamente um triângulo no chão, traçar as linhas e por a bola no birôco.
Eu queria voar que nem as pipas coloridinhas no céu. Queria dar um “joguinho” e vê-las bailar sob as nuvens branquinhas. Eu queria tanto sentar ao sol quente e brincar de decifrar desenhos nas nuvens. Dizer que vi disco voador. Correr para ver o Eclipse! Eu queria poder sentar no sofá e ligar a TV para ver desenhos animados como Pica-Pau, Papa-Léguas, Mister Magoo, Tom e Jerry, Mickey Mouse... eu queria poder ler gibi á tarde inteira. Ler jornais com tirinhas infantis, eu queria sim.
Eu queria que o hoje fosse o ontem que eu já vivi. Eu queria a paz de volta, as brincadeiras, a vida, o amor e o carinho. Tudo que eu queria era poder sonhar de novo com um mundo diferente onde a fantasia fosse real e a vida mais verdadeira.

Texto do Escritor Brasileiro Tony Casanova. Direitos Autorais Reservados ao autor. Proibida a cópia, colagem, reprodução de qualquer espécie ou divulgação do todo ou parte dele em qualquer meio sem autorização expressa do autor sob pena de infração ás Leis Brasileiras de Proteção aos Direitos Autorais.
Copy Right 2014 by Brazilian Writer Tony Casanova. All Rights Reserved.

Seguidores do Google