Conceito de Respeito. [Tony Casanova]


Oriunda do Substantivo Masculino em Latim, Respectus, a palavra Respeito significa sentimento de consideração ás pessoas ou coisas dignas de nossa gratidão e que veneramos, mas desta feita irei um pouco mais longe e num gesto ousado, darei meu conceito particular da palavra respeito. Evidentemente que não tenho cacife e muito menos autoridade para mudar o que foi feito ou julgar a capacidade de quem fez, mas permito-me discordar do conceito encontrado, não por achar superficial demais para uma palavra tão importante no contexto social. Acredito eu que a palavra tenha aplicações diferentes de acordo com as classes que a utilizam, mas o que achei muito vago foi classificar a palavra Respeito como “sentimento”. Lógico que ele também é sentimento, mas antes disso Respeito é um Direito Vitalício fundamental para todo ser cidadão. Cito que achei o conceito encontrado vago porque restringe Respeito ao Direito Natural quando descreve-o como sentimento, mas é certo e sabido que o Respeito é a base fundamental do Direito Positivo. Ora queridos leitores, ninguém precisa ser Jurista para saber que Todas as Constituições Legais são fundamentadas no Respeito. O que seria das próprias Leis se ninguém as respeitasse? E a Paz, a Tranquilidade e os próprios Direitos assegurados, que seriam deles se não houvesse quem os respeitasse? Desta forma a palavra Respeito está tão enraizada legalmente que separá-la dos preceitos legais seria desintegrar qualquer Constituição.
Definir a palavra Respeito como sentimento foi muito didático, pouco jurídico e pouco filosófico. Mesmo não sendo Jurista, apenas leigo, meu conceito da palavra Respeito é:
Respeito - “Direito Vitalício Natural e Legítimo garantido a todo cidadão e que estabelece os limites entre seus Direitos, Deveres e Obrigações enquanto cidadão.”

Esta é a minha opinião, mas todavia me resumo a respeitar outras, fazendo inclusive Jus ao texto acima. Logicamente não estou aqui a discordar da Constituição, pelo contrário, mesmo porque não creio que quem veio a conceituar Respeito desta forma fosse Jurista, se era infelizmente, a meu ver, deixou muito vaga a definição. A verdade é nenhuma sociedade sobreviveria sem respeito, que é a base fundamental para a convivência humana. Apesar de não ser único, o respeito é um dos tijolos principais na construção de uma sociedade justa. Minha discordância sobre a definição sentimento é que nos deixa a impressão errônea de que o Respeito é facultativo quando na verdade é um Dever e uma Obrigação de todos os cidadãos. Bem, a todos que irão concordar ou discordar deste texto, volto a esclarecer que não sou Jurista e portanto me dou ao Direito de estar errado, mas não de ser injusto por estar no exercício dos meus Direitos de liberdade de expressão garantidos pela nossa Constituição. Peço desculpas a quem sentir-se ofendido pela menção, mas infelizmente ela corresponde ao meu credo, tendo qualquer pessoa o Direito de não estar de acordo. Abração e até a próxima.

Texto do Escritor Brasileiro Tony Casanova. Direitos Reservados ao autor. Proibida a cópia, colagem, reprodução de qualquer espécie ou divulgação em qualquer meio, do todo ou parte dele sem autorização expressa do autor sob pena de infração ás Leis Brasileiras de Proteção aos Direitos Autorais.
Copy Right 2014 by Brazilian Writer Tony Casanova.

Nota do Autor: O presente texto contém a opinião do autor, não representando nenhum conceito legal válido ou desrespeito á aqueles que redigiram os conceitos encontrados nas pesquisas digitais realizadas. Meramente opinativo, o conceito aqui apresentado é apenas uma opinião leiga despretensiosa, não oficial e muito menos legal da definição descrita.

Seguidores do Google