O que fazer da vida amarga. [Tony Casanova]


“Se a vida estiver amarga, faça com ela uma limonada.” Este é um provérbio popular que certamente muita gente já ouviu. Colocada de forma corretíssima, esta frase tem muito a nos dizer se a analisarmos cuidadosamente. Ora, nós sabemos que nem tudo na vida são flores, nem tudo é doce por assim dizer. Em um dia estamos felizes, em outro choramos de tristeza e assim parecemos bipolares nas idas e vindas da vida. No sentido desta frase há um apelo para que estejamos preparados para as amarguras que virão e que certamente irão tornar-se doces se soubermos lidar com elas. Quem nunca tomou uma limonada não sabe o quanto é gostosa, mas é preciso conhecimento para fazer uma boa limonada. Na vida não é diferente. Assim como nós nos dirigimos à feira e compremos limões, fazemos também na vida quando fazemos determinadas escolhas que resultam em consequências amargas. A grande diferença é que quando vamos à feira sabemos exatamente que os limões são amargos e o que iremos fazer com eles. Ali não adquirimos só o limão, mas também o açúcar que irá conferir um sabor diferenciado ao suco dos limões.
Se na vida soubermos que a vida não é só doçura e extrairmos este amargo existente e mudarmos para algo bem mais agradável estaremos lidando corretamente com ela. Viver não é só curtir as alegrias, mas saber lidar também com as amarguras, as dores e as tristezas que vão surgindo. É preciso nos prepararmos para tudo que possa vir e este preparo requer um certo grau de maturidade pessoal. Cada pessoa lida com seus problemas de uma maneira e cada uma tem seus próprios resultados, mesmo porque cada um possui seus percalços. Abaixo darei alguns exemplos do que não se deve fazer quando as tristezas começarem a surgir:

Entrar em depressão. Quando alguém entre em estado depressivo por conta de tristezas ou coisas que deram errado na vida é muito perigoso. É preciso ter consciência de que aquela situação é passageira, assim como a chuva que cai por um período, mas não durante todo o ano. Agora talvez tudo esteja ruim, nada dê certo, mas é preciso relaxar, pensar no que pode ser feito calmamente, de cabeça fria.
Entrar em desespero. É preciso ter calma, nem tudo está perdido. Apesar de não se ter visão de uma solução no momento, ela existe e logo, logo tudo estará resolvido. O desespero não irá melhorar em nada a situação, pelo contrário, só trará mais prejuízos. Uma decisão desesperada é sempre inconsequente e poderá resultar em problemas maiores. Problemas se resolve com calma, refletindo sobre eles e procurando a melhor solução.
Perder a fé. Se você não acreditar que pode, jamais poderá resolver coisa alguma. É preciso que você acredite no seu potencial, se entrou em problemas, sairá deles com certeza. Não há porta que se entre por onde não se possa sair.
Entrar em isolamento. Fugir dos amigos não irá te ajudar. Isso impedirá que eles saibam o que ocorre contigo e possam mobilizar-se para ajudá-lo. Sempre existem bons amigos, pessoas boas que se destacam. Escolha aqueles que vem até você, que já te ajudaram antes, os que foram além das palavras. Nem todos são bem intencionados é verdade, muitos só querem saber detalhes da tua vida pessoal, mas existem sim bons amigos e estão sempre pertinho de você. Não isole-se, busque ajuda, deixe-se ajudar.


Sabendo o que não deve ser feito, fica bem mais fácil saber o que fazer quando as tempestades vierem. Lembre-se, tempestades sempre vem e vão e você deve estar firme para quando chegarem.

Texto do Escritor Brasileiro Tony Casanova. Direitos Reservados ao autor. Proibida a cópia, colagem, reprodução de qualquer espécie ou divulgação em qualquer meio, do todo ou parte dele sem autorização expressa do autor sob pena de infração ás Leis Brasileiras de Proteção aos Direitos Autorais.
Copy Right 2014 by Brazilian Writer Tony Casanova.



Seguidores do Google