Cinquenta Tons de Cinza - Os limites do prazer. [Tony Casanova]


Eu não estou acreditando que tenha acordado a esta hora da madrugada para escrever este texto, mas a verdade é que eu perdi o sono por conta das gargalhadas. Ainda bem que meus vizinhos estão pulando carnaval, senão mandariam internar-me. Mas, enfim vamos ao que interessa, a matéria. Certamente vocês devem ter ouvido falar do mais novo assunto do momento: O filme 50 tons de cinza. Um livro que virou e cujo tema são os fetiches sexuais e o apetite de um casal jovem. O livro já havia causado uma polêmica dos diabos na Inglaterra em 2010 porque os pobres bombeiros ingleses se viram doidos com tanto chamado para tirar pessoas das coisas e tirar coisas das pessoas, como foi ilustrado em matéria de um telejornal brasileiro. Este negócio de fetiche é um troço perigoso gente. Acreditem, enquanto a coisa está sob controle é uma beleza! É um tal de geme daqui, geme dali, mas quanto alguém salga o prato é um Deus nos acuda!
Lembro-me de uma situação relatada por um casal, ele italiano e ela brasileira, carioca, ambos hospedados em um hotel onde eu trabalhava. Ele disse que curtia aquele negócio de tomar umas chicotadas no bumbum e tal. Dai, um belo dia estavam praticando este ato insano e ele postado de quatro, nu como veio ao mundo (imagino a cena) e ela com o raio do chicote na mão. Ele olha para ela com aquele olhar sensual, tadinho e ela sem dó nem piedade mandou-lhe uma lapada na bunda. Seria bom, disse ele, se a lapada não lhe atingisse as bolas em cheio. O desinfeliz deu um pulo e soltou um grito. Cheguei sentir a dor aqui. Nunca mais, disse ele.
Outro caso verídico foi de um cidadão que gostava de praticar um troço que nem sei como chamar, mas trata-se de asfixiar a mulher com o membro. Dai ele estava com a namorada em um motel e foram praticar esta outra insanidade. No início a moça engoliu direitinho, então o miserável segurou-lhe a cabeça e forçou, ela lacrimejava, queria vomitar, queria respirar e ele no maior frisson mandando para dentro. Dai ele virou os olhinhos e ficou quietinha. Ele pensou, agora que tá bom. Lá vai mais. A pobre moça simplesmente foi ao chão. Ele tentou reanimá-la e não conseguiu. Pediu ajuda e quando os paramédicos chegaram a moça estava morta vítima de asfixia.
Então, tem mais um caso. Um casal resolveu brincar de inverter papéis e ela introduziu no homem um baita de um consolo. Ele dizia mais e ela arrochava. Mais e ela mandava ver. Mais e ela castigava. Até que ela perdeu o consolo dentro do cidadão. Resultado: Ele teve que ser levado ás pressas para um pronto socorro gritando de dor por causa da dilatação do esfíncter. Em mais um caso a mulher adorava que o homem a estrangulasse pois só conseguia chegar ao orgasmo desta forma. Iniciaram bem, evoluíram e perto da hora do clímax, ele levou a mão enorme no pescoço da moça que se remexia freneticamente. Apertou e ela gemeu, apertou mais e ela se contorceu, dai ela revirou os olhos e começou a ter um orgasmo intenso. Aquilo enlouqueceu ele de desejo. Perdeu a noção e quando estava atingindo o prazer apertou-lhe ainda mais o pescoço. Ela morreu estrangulada.
Estes são casos leves, sem falar do sadomasoquismo e tantos outros fetiches bem mais agressivos e de certa forma perigosos se não houver controle da ação. A verdade é que o alerta do Corpo de Bombeiros Inglês não foi atoa e que o cuidado para quem gosta de apimentar um pouco mais a relação é algo a ser levado a sério. Este negócio de amarrar as bolas com tiras de couro pode lhe custar o saco companheiro. Curuzessssss! Bem dizia vovó, cautela e canja de galinha não fazem mal a ninguém.

Texto do escritor brasileiro Tony Casanova . Direitos Autorais reservados ao autor. Proibida a cópia, colagem, reprodução de qualquer natureza ou divulgação em qualquer meio, do todo ou parte dele, sem autorização expressa do autor, sob pena de infração ás Leis Brasileiras e Internacionais de Proteção aos Direitos Autorais.

...........................................................................................................................

Fifty Shades of Grey - The limits of pleasure. [Tony Casanova]

I'm not believing you have agreed to this time in the morning to write this text, but the truth is that I lost sleep over the laughter. Good thing my neighbors are jumping carnival, but have you admitted me. But anyway let's get to the matter. Surely you must have heard of the newest issue of the moment: The film 50 shades of gray. A book that turned and whose theme is sexual fetishes and the appetite of a young couple. The book had caused a controversy Devils in England in 2010 because the poor British firefighters found themselves crazy with both called to help people of things and taking things from people, as was illustrated on a Brazilian television news. This fetish business is a dangerous stretch us. Believe me, as the thing is under control is a beauty! It is such a groan here, groans away, but as someone salting the dish is a God help us!
     I remember a situation reported by a couple, he Italian and she Brazil, Rio de Janeiro, both staying in a hotel where I worked. He said he was into that business to take a whipping on the butt and such. Dai, one day were practicing this insane act and he posted four, naked as he came into the world (imagine the scene) and her with the whip of lightning in the hand. He looks at her with that sensual look, poor thing and she mercilessly sent him a lapada in the ass. It would be nice, he said, the lapada not reached his balls in full. The desinfeliz jumped up and screamed. I even feel the pain here. Never again, he said.
     Another true story was a citizen who enjoyed practicing a section that do not even know how to call, but it is stifling the woman with the member. Dai he was with his girlfriend at a motel and were practicing this other insanity. At first the girl swallowed straight, then the miserable held her head and forced it lacrimejava, wanted to vomit, and he wanted to breathe in greater frisson sending inside. Dai he turned his small eyes and stood still. He thought now that okay. There goes. The poor girl just went down. He tried to revive her and failed. Asked for help and when paramedics arrived the girl was dead victim of suffocation.
     So have another case. A couple decided to play reverse roles and she introduced into him one hell of a consolation. He said more and she arrochava. More and she sent see. More and she punished. Until she lost the consolation within the citizen. Result: He had to be rushed to the emergency room screaming in pain because of dilatation of the sphincter. In another case the woman loved the man to strangle it could only reach orgasm this way. Started well, evolved and near the time of climax, he took his big hand on the neck of the girl who squirmed frantically. Shook and she moaned, tightened and she squirmed, hence she rolled her eyes and began an intense orgasm. That he went mad with desire. He lost track and when I was reaching the pleasure pressed her further neck. She died strangled.
      These are mild cases, not to mention sadomasochism and so many other more aggressive fetishes and in a dangerous manner if there is no control of the action. The truth is that the alert English Fire Department and little wonder that care for those who like to spice up a little more the relationship is something to be taken seriously. This business tie balls with leather straps can cost you the companion bag. Curuzessssss! Well said Grandma, caution and chicken soup never hurt anyone.

      Text Brazilian writer Tony Casanova. Copyright reserved to the author. The copying, collage, reproduction or disclosure of any kind in any medium, in whole or part without the express permission of the author, under penalty of infringement ace Brazilian Laws and International Protection of Copyright.

.........................................................................................................................

Cincuenta Shades of Grey - Los límites del placer. [A Tony Casanova]

No estoy creyendo usted ha aceptado esta vez en la mañana para escribir este texto, pero la verdad es que he perdido el sueño por la risa. Lo bueno es que mis vecinos están saltando carnaval, pero me has admitido. Pero de todos modos vamos a llegar a la materia. Seguramente usted debe haber oído hablar de la edición más reciente del momento: La película 50 tonos de gris. Un libro que se volvió y cuyo tema es fetiches sexuales y el apetito de una joven pareja. El libro había causado unos Diablos polémica en Inglaterra en 2010, porque los pobres bomberos británicos encontraron loco con tanto llamados a ayudar a la gente de las cosas y tomar las cosas de la gente, como se ilustra en un informativo de televisión brasileño. Este negocio fetiche es un tramo peligroso nosotros. Créeme, como la cosa está bajo control es una belleza! Es un gemido como aquí, gime de distancia, pero como alguien salazón el plato es un Dios nos ayude!
     Recuerdo una situación denunciada por una pareja, él italiano y ella Brasil, Río de Janeiro, tanto alojarse en un hotel donde yo trabajaba. Dijo que estaba en ese negocio para tomar una paliza en el culo y tal. Dai, un día estaban practicando este acto loco y que publicó cuatro, desnudo como vino al mundo (imaginar la escena) y ella con el látigo de un relámpago en la mano. Él la mira con esa mirada sensual, la pobre y ella sin piedad le envió una LAPADA en el culo. Sería bueno, dijo, el LAPADA no alcanzó sus bolas en su totalidad. El desinfeliz levantó de un salto y gritó. Incluso me siento el dolor aquí. Nunca más, dijo.
     Otra historia real era un ciudadano que disfrutó de la práctica de una sección en la que ni siquiera saben cómo llamar, pero está sofocando a la mujer con el miembro. Dai estaba con su novia en un motel y estaban practicando esta otra locura. Al principio la chica se ingiere recta, entonces los miserables celebró su cabeza y lo obligó lacrimejava, ganas de vomitar, y él quería respirar con mayor escalofrío enviar dentro. Dai volvió sus ojos pequeños y se quedó quieto. Pensó ahora que está bien. Ahí va. La pobre chica acaba de ir hacia abajo. Él trató de reanimarla y fracasó. Pidió ayuda y cuando los paramédicos llegaron a la chica fue víctima muerta por asfixia.
     Así que tener otro caso. Una pareja decidió jugar papeles inversos y se introduce en él un infierno de un consuelo. Dijo que más y ella arrochava. Más y envió sede. Más y ella castigado. Hasta que ella perdió el consuelo en el ciudadano. Resultado: Él tuvo que ser llevado a la sala de emergencia a gritar de dolor a causa de la dilatación del esfínter. En otro caso la mujer amaba al hombre estrangular sólo podría alcanzar el orgasmo de esta manera. Empezamos bien, evolucionó y cerca del momento del clímax, él tomó su mano grande en el cuello de la chica que se retorció frenéticamente. Shook y ella gimió, se tensó y se retorció, por lo tanto, ella puso los ojos y comenzó un intenso orgasmo. Eso se volvió loco de deseo. Perdió la cuenta y cuando estaba llegando el placer apretó aún más el cuello. Murió estrangulada.
      Estos son los casos leves, por no mencionar el sadomasoquismo y tantos otros fetiches más agresivos y de forma peligrosa si no hay control de la acción. La verdad es que la alerta Inglés del Departamento de Bomberos y de extrañar que importa para los que gustan de darle vida a un poco más de la relación es algo que debe ser tomado en serio. Este lazo negocios bolas con correas de cuero le puede costar la bolsa compañero. Curuzessssss! Bueno, dijo la abuela, la precaución y el pollo sopa no le hace mal a nadie.

      Texto escritor brasileño, Tony Casanova. Derechos de autor reservados al autor. La copia, collage, reproducción o divulgación de cualquier tipo en cualquier medio, total o parcialmente, sin el permiso expreso del autor, bajo pena de infracción as leyes brasileñas y Protección Internacional de los Derechos de Autor.

Seguidores do Google