Nudez | Pecado ou estilo de vida. | Tony Casanova

 No princípio homem e mulher viviam nus. Não haviam vergonha, desejo ou receios entre eles. Obviamente isto é o que se supõe da história de Adão e Eva. Não vejo porque não acreditar desta forma. Certa feita perguntaram-me se eu seria capaz de frequentar um campo de naturismo e ficar totalmente despido ali. Claro que sim, respondi. Em princípio haveria uma certa curiosidade, um pouco de receio, mas passados os minutos iniciais, logo estaria encarando tudo com perfeita naturalidade. É medíocre pensarmos que a polêmica causada pela nudez esteja na ausência de roupas. Não é isso! Tudo isto é mais uma questão de mentes do que de corpos.
Ao longo dos séculos a humanidade foi tornando-se refém das roupas e com isso criando um padrão que estabelece que o nu é feio, abominável e impuro. De uma forma miserável estamos a confundir agasalhos com caráter, imaginando que estando bem vestidos cobriremos nossos podres. Precisamos entender que o cérebro humano lê as imagens que lhe são enviadas, mas a velocidade do pensamento é bem maior que a de leitura. Ocorre opostamente de muitas vezes elaborarmos imagens sem estar vendo coisa alguma. Ai está a raiz da questão. Diante da nudez exposta, existem alguns questionamentos a serem feitos antes do cometimento de ações; Porque a pessoa está despida? Para que a pessoa está despida?
Há quem confunda o naturismo com libertinagem. Talvez pessoas doentias, cujas mentes estejam voltadas única e exclusivamente para relações corpóreas, imaginando que segundos de prazer substituam uma vida de liberdade. Para muitos despir-se é poder circular sem as cascas, sem as grades que um falso puritanismo levou séculos construindo para aprisionar mentes fracas. O pecado propriamente dito não está no expor o corpo, mas no que se pretende com a exposição. Despir-se não é afrontar, quebrar regras ou chocar costumes, despir-se é poder estar como gosta, sem precisar esconder uma verdade que todos sabem que existe. Se hoje questiona-se tanto a nudez é porque temos uma sociedade que varre para baixo do tapete o lixo e anuncia ao mundo uma casa que de fato não está limpa.
Obviamente para quem vive em um Regime Capitalista tão selvagem que pratica canibalismo com seus regimentados, as vestes são hoje e não só hoje, mas sempre, a menina dos olhos dos grandes comércios de Moda. Uma indústria gigantesca que se por um lado prega o puritanismo das vestes, por outro investe seus sonhos em mulheres usando pedaços de pano cada vez menores (e mais caros) que convencionou-se chamar de biquines. A nudez não agrada os investidores de Moda, afinal eles vão viver de que? E todos aqueles milhares de quilômetros de tecidos já produzidos, vão para onde se todo mundo resolve ficar pelado?A minha pergunta é: Para que servem as roupas se as mentes já estão nuas? Passamos nove meses nus, nascemos nus e só então nos apresentam roupinhas. Crescemos com as roupas até aprender a tirá-las e depois que aprendemos, nunca mais nos esquecemos do prazer de andar nus.
Toda nudez é variável, depende dos olhos de quem a vê. O choque é algo que coloca de frente com os limites que passamos a vida cultuando, apesar de nunca sabermos bem o porque fazíamos aquilo. Estar nu é estar como a natureza nos criou, assim como criou a todos os animais e estes permanecem nus até hoje com suas peles e pelos sem que ninguém fique chocado por isso. A humanidade é tão preconceituosa neste sentido ainda permite que seus olhos ditem o que suas mentes pensam, infelizmente. Estar nu não é despir-se unicamente das roupas, mas dos preconceitos, das amarras, dos grilhões que os séculos pesados de falso puritanismo nos ofereceram por gerações.


Texto do Escritor brasileiro Tony Casanova. Direitos Autorais reservados. Proibida a cópia, colagem, reprodução total ou parcial de qualquer espécie ou divulgação em qualquer meio sem autorização prévia e expressa do autor. A violação destes Direitos constitui-se em crime previsto nas Leis Brasileiras e Internacionais de Proteção aos Direitos Autorais e Propriedade Intelectual e está passiva de punição legal cabível de acordo com a Legislação em vigor.
.............................................................................................................................

Nude | Sin or lifestyle. | Tony Casanova

The man and woman were both naked principle. There was no shame, desire or fear among them. Obviously this is what is supposed to the story of Adam and Eve. I do not see why not believe this way. I once asked me if I would be able to attend a naturist camp and get totally naked there. Of course, I said. In principle there would be a certain curiosity, a little fear, but after the opening minutes, would soon be facing everything with perfect naturalness. It is mediocre think that the controversy caused by nudity is the lack of clothes. Is not it! All this is more a matter of mind than body.
Over the centuries mankind has become a hostage of the clothes and thereby creating a pattern which states that the nude is ugly, abominable and unclean. A miserable way we are confused coats with character, imagining that being well dressed will cover our rotten. We need to understand that the human brain reads the images sent to it, but the speed of thought is much larger than the reading. It occurs as opposed to often elaborate pictures without being seeing anything. Ai is the root of the matter. On the exposed nakedness, there are some questions to be made before the stock commission; Because the person is naked? So that the person is naked?
Some people confuse naturism with debauchery. Perhaps sick people, whose minds are solely focused on bodily relations, figuring seconds pleasure replace a life of freedom. For many undress it is able to move without the shells without the grids that a false puritanism took centuries building to trap weak minds. Sin itself is not exposed in the body, but what is meant by exposure. Undress is not brave, break rules or customs shock, undress is able to be as he likes without hiding a truth that everyone knows exists. If today you question both nudity is because we have a society that sweeps under the carpet the trash and announces to the world that in fact a house is not clean.
Obviously for those who live in a capitalist regime so wild that practice cannibalism with their regimented, the garments are today and not only today, but always, the apple of the eye of the great trades of Fashion. A huge industry on the one hand preaches Puritanism of garments, on the other invests your dreams in women using pieces of cloth increasingly smaller (and more expensive) that is usually called in bikinis. Nudity does not please investors Fashion, after all they will live that? ? And all those thousands of kilometers of fabric ever produced, go to where everyone decides to get naked My question is: What are the clothes minds are already naked? We spent nine months naked, born naked and only then present the clothes. We grew up in the clothes to learn how to take them and then we learn, will never forget the pleasure of bare floor.
All nudity is variable and depends on the eye of the beholder. The shock is something that puts forward with the limits that we spend worshiping life, though never quite know why we did that. To be naked is to be as nature created us, and created all the animals and they remain bare until today with their skins and for no one be shocked by this. Humanity is so biased that effect still allows your eyes to dictate what their minds think, unfortunately. Being naked is not undress only the clothes, but the prejudices, the shackles, the chains that heavy centuries of false puritanism offered us for generations.

Text Brazilian writer Tony Casanova. Copyright reserved. The copying, collage, total or partial reproduction of any kind or dissemination in any medium without prior written permission of the author. Violation of these rights constitutes a crime under Brazilian law and the protection of the International Copyright and Intellectual Property and is passive legal punishment applicable according to the legislation in force.

........................................................................................................

Desnuda | Sin o estilo de vida. | De Tony Casanova

El hombre y la mujer estaban desnudos principio. No había ninguna vergüenza, deseo o miedo entre ellos. Obviamente, esto es lo que se supone que la historia de Adán y Eva. No veo por qué no creer de esta manera. Yo una vez me pregunté si sería capaz de asistir a un campamento naturista y conseguir totalmente desnuda allí. Por supuesto, le dije. En principio habría una cierta curiosidad, un poco de miedo, pero después de los primeros minutos, pronto habría enfrentar todo con perfecta naturalidad. Es mediocre pensar que la polémica suscitada por la desnudez es la falta de ropa. ¡No es eso! Todo esto es más una cuestión de la mente que el cuerpo.
A través de los siglos la humanidad se ha convertido en un rehén de la ropa y creando así un modelo que establece que el desnudo es fea, abominable y sucio. Una manera miserables somos abrigos confundidos con carácter, imaginando que está bien vestido cubrirá nuestra podrida. Tenemos que entender que el cerebro humano lee las imágenes enviadas a la misma, pero la velocidad del pensamiento es mucho más grande que el de lectura. Ocurre en contraposición a menudo imágenes elaboradas sin estar viendo nada. Ai es la raíz de la cuestión. En la desnudez expuesta, hay algunas preguntas que se hicieron ante la comisión de valores; Debido a que la persona está desnudo? Así que la persona está desnudo?
Algunas personas confunden el naturismo con el libertinaje. Tal vez las personas enfermas, cuyas mentes están exclusivamente centrado en las relaciones corporales, que figuran segundos placer sustituyen a una vida de libertad. Para muchos desnudez que es capaz de moverse sin las conchas sin las rejillas que un falso puritanismo llevó siglos edificio para atrapar las mentes débiles. Sin misma no está expuesto en el cuerpo, pero ¿qué se entiende por la exposición. Undress no es valiente, romper las reglas o choque costumbres, desvestir puede ser lo que quiera sin ocultar una verdad que todo el mundo sabe que existe. Si hoy usted cuestiona tanto la desnudez es porque tenemos una sociedad que barre bajo la alfombra la basura y anuncia al mundo que, de hecho, una casa no está limpia.
Obviamente para los que viven en un régimen capitalista tan salvaje que practican el canibalismo con su regimentada, las prendas son hoy y no sólo hoy, sino siempre, la niña de los ojos de los grandes comercios de moda. Una gran industria, por una parte predica el puritanismo de prendas de vestir, por otra invierte sus sueños en mujeres que utilizan piezas de tela cada vez más pequeños (y más caro) que se llama generalmente en bikinis. La desnudez no agrada a los inversores de la moda, después de todo, van a vivir eso? ? Y todos esos miles de kilómetros de tela jamás producidos, ir a donde todo el mundo decide desnudarse Mi pregunta es: ¿Cuáles son las ropas mentes ya están desnudos? Pasamos nueve meses vista, nacemos desnudos y sólo entonces presentamos la ropa. Crecimos en la ropa para aprender a tomar ellos y luego nos enteramos, nunca olvidará el placer de suelo desnudo.
Toda la desnudez es variable y depende del ojo del espectador. El choque es algo que presenta con los límites que nos pasamos adorando la vida, aunque nunca se sabe muy bien por qué lo hicimos. Estar desnudo es ser como la naturaleza nos creó, y creó a todos los animales y permanecen al descubierto hasta hoy con sus pieles y para que nadie se sorprendió por esto. La humanidad es tan sesgada en este sentido todavía permite que los ojos a lo que dictan sus mentes piensan, por desgracia. Estar desnudo no es desnudarse sólo la ropa, pero los prejuicios, las cadenas, las cadenas que siglos pesados ​​de falso puritanismo nos ofrecieron durante generaciones.

Texto escritor brasileño, Tony Casanova. Derechos de autor reservados. La copia, el collage, la reproducción total o parcial de cualquier tipo o difusión en cualquier medio sin permiso previo y por escrito del autor. La violación de estos derechos constituye un delito según la legislación brasileña y la protección de la Internacional de Autor y Propiedad Intelectual y es castigo legal pasiva aplicables según la legislación vigente.

Seguidores do Google