A inutilidade da Televisão Brasileira.


Televisão+Brasileira+a+inutilidade
Você com certeza já esteve em casa num daqueles dias em que resolve assistir televisão e depara-se com a tão comum pobreza nas grades de programação das emissoras. Você enlouquece "pulando" canais em busca de algo agradável que possa prender sua atenção na Tv e simplesmente descobre que não há nada aproveitável. As emissoras do Brasil hoje vivem um dos seus piores momentos de produção de grades da sua história. São programas chatos, repetitivos e de um humor duvidoso. A tão famosa "Vênus Platinada" enche sua grade com as insossas novelas que ocupam quase metade de toda programação diária, os programas de humor são tão sem sal que aborrecem e os filmes são exibidos em horários impróprios para trabalhadores diurnos. Seria fácil batê-la em índices de audiência se as concorrentes não estivessem tão preocupadas em copiar os conteúdos ao invés de investir no gosto do público. Há na televisão e na Internet brasileira uma verdadeira avalanche de enlatados, os chamados Talk Shows, Reality Shows, Stand Up Comedy. Copiamos e copiamos e nisso demonstramos uma total incapacidade de criação de conteúdos.
Nos últimos 10 anos a Televisão brasileira andou a passos largos em direção ao novo, infelizmente. Perdeu a credibilidade, a audiência e ganhou ares de modernidade. Uma modernidade que não agrada em nada o público telespectador. Se observarmos atentamente até as Autoridades, temendo a acusação de "Censura", hoje estão permitindo cenas e palavras impróprias dentro das programações. E não me refiro a uma emissora, mas com a chegada do tal humor, das novelas cada vez mais frequentes, chovem palavrões e cenas inadequadas em qualquer horário. Mas impedir que aconteça seria mexer em casa de vespas, afinal a "Associação brasileira e internacional sei lá das quantas" iria enviar nota pública dizendo que a atitude "fere a Liberdade de imprensa, os Direitos de Expressão", ou seja, todo mundo pode dizer tudo e fazer o que quer e as famílias brasileiras vão ter que engolir. Escritores, digamos pobres, escrevem o que desejam e da forma que desejam os conteúdos das novelas, mas será que eles não tem noção de que é preciso respeitar a imagem que se reflete nos seus conteúdos? Teriam perdido a noção de que são formadores de opinião e que indiretamente estão fazendo alguma apologia a algo que pode influenciar o público? Saudades das séries de filmes, bons filmes na televisão quando as famílias se reuniam para assistir enquanto degustavam pipoca com refrigerante. Saudade das novelas em seus horários que seguiam até as 20:00 horas e após elas tínhamos filmes maravilhosos. Época em que os programas de humor eram feitos para rir e não para "escrachar", "achincalhar" o povo. Saudades dos programas de calouros nas tardes dos finais de semana, dos infantis feitos de criança para crianças, dos desenhos animados como pica-pau. Que maravilha!
Saturado de ouvir palavrões, humor azedo e preconceituoso onde brinca-se com tudo e com todos, novelas que denigrem a imagem daqueles que retratam, fazem apologia a sexo, violência e drogas, o público vazou para a Internet. E como em um passe de mágica, eis que surgem os comediantes trazendo o mesmo lixo luxuoso das televisões. Existem bons conteúdos nas grades e na internet? Sim, há o pouco que ser filtrado porque na maioria dos casos é pejoração, preconceito e má-qualidade, infelizmente.

Texto do Escritor Brasileiro Tony Casanova. Direitos Autorais Reservados. Proibida a cópia, colagem, reprodução ou divulgação do todo ou parte dele, de qualquer espécie ou em qualquer meio sem autorização expressa do autor sob pena de infração ás Leis Brasileiras de Proteção aos Direitos Autorais.
Copy Right 2014 by Brazilian Writer Tony Casanova. All Rights Reserved.

Seguidores do Google